Fernando Veloso - Site Oficial do blogger Google SEO & Marketing Digital

FERNANDO VELOSO

GOOGLE SEO & MARKETING DIGITAL

BLOGGER, FUNDADOR DA SANTA IDEIA @ SANTARÉM, PORTUGAL

Fernando Veloso - Google SEO & Marketing Digital


Segredo SEO Altos Rankings

Bom ano de 2011 a todos!

Hoje decidi escrever rapidamente sobre uma peça fundamental para qualquer webmaster: o tempo de UPTIME dos seus sites. Pode parecer que tem pouca relevância, mas a verdade é que o Google tem dado muito peso não só ao tempo de UpTime dos sites (o tempo online sem quebras), como tem dado MUITA atenção à velocidade de acesso ao site.

Estes dois pontos juntos fazem parte de uma equação muito maior é certo, mas actualmente são menosprezados por alguns webmasters – o que se traduz em perca de visitantes (no mínimo) e quebras de rankings no Google.

No caso de 2 sites muito similares, ambos com bons textos e bem estruturados, o Google vai dar rankings mais altos ao site que abrir mais depressa. Este “segredo” é mais visível em mercados hiper competitivos, onde pequenos pormenores fazem a diferença nos rankings finais – à semelhança de uma prova de 100m nos Jogos Olímpicos, onde tudo se decide por milésimas de segundos…

Ferramentas Optimizar Velocidade Websites

Começo por esta ferramenta para medir a velocidade de acesso ao site: http://tools.pingdom.com/fpt/.

Depois para os amantes do WordPress fica o teste de compressão: http://aruljohn.com/gziptest.php. Se têm sites em WP que ainda não estão comprimidos (para um load mais rápido) utilizem por exemplo o plugin WP Super Cache.

Por fim, um recurso extremamente eficaz e gratuito, mede o tempo de UpTime dos nossos sites. Se algum deles ficar em baixo, somos avisados via email/tweet/SMS: http://www.uptimerobot.com. Sabendo que downtime é coisa para nos destruir os altos rankings de um site, aconselho vivamente a que abram conta nesse site (é grátis) e monitorizem os vossos sites eficazmente todos os dias.

O SEO está mais complexo?

Está decididamente mais complexo e mais amplo, mas a velocidade de acesso ao site e o tempo de UpTime têm agora um peso maior dentro do algo do Google. Até se percebe o porquê: os motores de busca não querem ter sites de Top 10 que demoram 3 segundos a abrir… o que prejudica a imagem do Google junto dos seus utilizadores, certo?

Em 2011 os webmasters mais atentos vão ficar ainda mais metódicos na utilização de ferramentas SEO que permitam ter sites mais rápidos e sem quebras de UpTime, que se traduzem em rankings mais altos no Google.