Fernando Veloso - Site Oficial do blogger Google SEO & Marketing Digital

FERNANDO VELOSO

GOOGLE SEO & MARKETING DIGITAL

BLOGGER, FUNDADOR DA SANTA IDEIA E PRESS RELEASE PORTUGAL

Fernando Veloso - Google SEO & Marketing Digital


Marketing na Internet e as Empresas Actuais

Por vezes é tempo de dizer basta e colocar um ponto final em situações que nos incomodam.

Hoje é um desses dias.

Para quem como eu trabalha no dia a dia com empresários de pequenas, médias e grandes empresas, com proprietários de negócios e empresas em diversos quadrantes, com gente que soube fazer crescer empresas a partir do nada, sabe como eu que a internet, o marketing na internet, e os próprios serviços de Consultoria de Internet Marketing são vistos como algo exótico, e que para a grande maioria dos empresários é sempre algo que:

a) o informático lá da empresa pode fazer

b) o sobrinho que está na faculdade pode fazer

c) algo barato pois é só carregar nos botões e já está

O testemunho pessoal que se segue serve de alerta para os mais distraídos. Nenhuma das possibilidades acima é correcta e só prejudica quem necessita de ajuda num mundo empresarial extremamente competitivo. Acredite ou não, as ferramentas web como os sites, blogs, redes sociais ou o video marketing ocupam actualmente uma fatia dos lucros bastante maior que aquilo que se julga.

Mas a ignorância de gestores, empresários e donos de empresas faz com que tudo se deite por terra.

FACTO: no inicio deste ano tive o convite para desenvolver o plano de marketing online para uma empresa. Vamos chamar-lhe de Empresa X.

Pontos a favor:

Esta empresa podia ocupar uma fatia de mercado (na internet) que actualmente tem pouca ou nenhuma concorrência.

A Empresa X podia dominar esse mercado já este ano.

A Empresa X podia dominar de forma absoluta este mercado – com trabalho continuado – e manter essa posição de topo nos próximos 3 a 5 anos.

Os potenciais lucros da Empresa X podiam ser fantásticos nos primeiros 3 anos de presença EFICAZ na internet e com a utilização CORRECTA de vários canais de venda que nunca utilizaram.

Pontos contra:

A Empresa X tinha 14 empregados “encostados” à espera de trabalho,  e pouca (ou nenhuma) capacidade de investimento num plano de marketing.

A Empresa X era gerida por 2 sócios, com capacidades de compreensão diferentes.

Os finalmentes…

Como já deve ter calculado a nossa proposta não foi aceite, por motivos múltiplos e que incluem a incapacidade dos gestores (neste caso do sócio maioritário) de avaliação de marketing e de retorno financeiro.

Chegamos a Outubro e eis que recebo o convite para almoçar com o sócio mais terra-a-terra e que sempre defendeu o tal investimento num mercado virgem e onde a empresa X se podia posicionar rapidamente e de forma duradoura, atingindo lucros consideráveis.

Resultado do almoço?

Era para por a conversa em dia mas também para me comunicar que a Empresa X tinha acabado de fechar. A ineficácia de gestão do seu sócio tinha acabado por matar a empresa – mesmo quando tinham a porta escancarada para entrar num mercado sem concorrência (o sonho de qualquer empresário) e dominar esse mercado a nível NACIONAL.

Foram tristes notícias que vieram comprovar aquilo que já vimos mais vezes do que gostaríamos:

– O internet marketing continua a ser mal visto, mal compreendido, e acima de tudo, mal percebido. Essa falta de entendimento por parte dos gestores custa-lhes milhares de euros por mês/ano. Essa cruel forma de pensar que INTERNET MARKETING se resume a fazer um site e pronto, é mais idiota que pensar que lá porque tem um carro vai vencer o campeonato mundial de fórmula 1.

Os gestores e decisores portugueses ainda não entenderam que as oportunidades estão aí, ao virar da esquina, num mercado web muito verde, sem concorrência e com muita gente a navegar, visitar e a fazer compras na internet.

As empresas portuguesas actuais têm o ouro todo à sua frente, pronto a ser extraído… mas continuam a confundir alhos com bugalhos.

Nem sei o que é mais triste: se a ignorância, se o desperdício.