Fernando Veloso - Site Oficial do blogger Google SEO & Marketing Digital

FERNANDO VELOSO

GOOGLE SEO & MARKETING DIGITAL

BLOGGER, FUNDADOR DA SANTA IDEIA @ SANTARÉM, PORTUGAL

Fernando Veloso - Google SEO & Marketing Digital


Comprar Links Pós Pinguim – Boa, Má ou Simplesmente Estupida Ideia?

Bem, decididamente vivemos tempos estranhos com estes últimos updates do algo do Google. Mas não vou por aí, já sabem qual a minha opinião sobre este processo que se arrasta deste Setembro de 2011.

Adiante.

O que me intriga neste momento é a falta de discernimento das pessoas que, mesmo após um update que varreu milhões de sites com backlinks com uma densidade elevada do mesmo texto ancora, mesmo após uma escovadela que meteu debaixo do tapete tanto site com backlinks pouco relacionados… ainda veja malta a comprar backlinks a torto e a direito.

Na prática só se estão a enterrar mais. Ora vejam: todos os testes indicam que o Google apertou a corda a quem tem muitos backlinks de locais sem relevância para o nicho. Portanto, acham mesmo que vale a pena estoirarem 100, 300 ou 2000 mil euros/dólares em backlinks que saem de sites extremamente diversos e sem relevância para o vosso mercado?

Outros testes (até os mais antigos, do ano passado ainda…) mostram que a velocidade de aquisição/indexação de backlinks é altamente analisada pela matemática do algo, logo, arrasta para a miséria dos resultados suplementares quem quebra essa regra – e sabendo como funciona a cabeça dos IM’ers… sabemos bem onde isto acaba. A maioria não cria backlinks de forma saudável, progressiva, natural… e inteligente. Nada disso. Adquirem paletes deles esta semana, e depois ficam à espera do porradão.

Tipo o sujeito que manda o tijolo ao ar, e fica sentado à espera que lhe caia em cima.

Voltando ao título:

Comprar Links Pós Pinguim – Boa, Má ou Simplesmente Estupida Ideia?

Existem dezenas de soluções seguras pós-Google pinguim. Cada uma delas tem o seu valor e condicionantes. Mas a vossa abordagem aos backlinks (sem eles é que não dá para seguir em frente…) não pode ser avaliada sem uma análise ao que têm, à quanto tempo, em que tipo de mercado, e finalmente, que tipo de projeto desejam seguir.

De nada vale adquirir/criar backlinks se não tiverem uma ideia precisa do que vão fazer com eles, durante quanto tempo, e em que moldes. Pode parecer confuso, mas a verdade é que a maioria das pessoas vê os backlinks como uma tábua de salvação nos rankings do Google, quando na verdade não o é.

Mas atualmente, comprar/criar backlinks, mais do que uma abordagem SEO, é quase como uma jogada de risco no Poker: tudo na mesa… nem é bom, nem é mau, nem é estúpido: é somente de alto risco.